Como escolher um cirurgião plástico

Como escolher um cirurgião plástico

Cirurgia plástica é coisa séria. Seja por razões estéticas ou de saúde, é preciso escolher um ótimo profissional para realizar os procedimentos, tendo em vista que qualquer erro pode ser fatal ou deixar marcas ou sequelas irreversíveis. Mas como escolher um cirurgião plástico diante da enorme oferta do mercado?

Nem sempre é tão fácil quanto parece optar por um desses profissionais, apesar de existirem muitos deles no Brasil. Segundo uma pesquisa de 2014 da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil é líder mundial em cirurgias plásticas, passando até os Estados Unidos no número de procedimentos.

Por outro lado, outra pesquisa do Conselho Regional de Medicina de São Paulo em 2007 registrou que a cirurgia plástica é a especialidade com maior número de processos. Por isso fica a dúvida: como escolher um cirurgião plástico?

A primeira opção é sempre procurar pela indicação de parentes e amigos que passaram por uma cirurgia bem-sucedida.

Pergunte como foi a postura do médico, os tipos de métodos que ele recomendou, se tirou todas as dúvidas e se ele também avisou sobre todos os riscos do procedimento.

Se você não conhece ninguém que se submeteu a uma cirurgia plástica também pode conversar com os médicos de outras especialidades que você já frequenta para conseguir indicações desse profissional.

Muitos médicos mantêm contato com colegas de outras especialidades e pode recomendar um profissional habilitado na área necessitada.

Outro passo importante é verificar se o registro do médico realmente existe. Para tanto, basta consultar o número do CRM no Conselho Regional de Medicina da sua cidade, onde também é possível fazer a verificação a especialidade médica do profissional e se ele faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Todas essas informações são muito importantes, pois um médico que não é especialista em cirurgias plásticas não pode realizar esse tipo de procedimento.

Dicas de como escolher um cirurgião plástico

Em seguida, marque uma consulta de avaliação sem compromisso. É nela em que você conhecerá o médico. Aproveite a oportunidade para constatar se ele passa confiança no que faz e se sabe explicar corretamente como será feita sua cirurgia, deixando tudo bem claro através de uma linguagem simples e de fácil entendimento.

É comum o médico pedir exames para conhecer o estado clínico geral do paciente, assim como constatar se há necessidade de uma intervenção cirúrgica.

O profissional também deve encaminhar o paciente com antecedência para o anestesista. Vale lembrar que algumas pessoas têm fortes reações a determinados tipos de anestesia e substâncias e isso também precisa ser considerado.

É sempre importante prestar atenção para saber se o médico está sendo realista e não iludindo o paciente ou fazendo propaganda enganosa.

Desconfie de médicos que fazem muita propaganda e prometem resultados milagrosos. Se você for pagar por sua cirurgia plástica, faça uma pesquisa de valores para descobrir se o preço que está sendo cobrado é compatível com o mercado. Desconfie de valores muito baixos.

Também desconfie de médicos que querem marcar a cirurgia na primeira consulta ou não pedem exames clínicos.

Também é importante se informar sobre a equipe auxiliar e a clínica em que o cirurgião plástico atende. Afinal, não adianta nada ser um ótimo profissional se a clínica não é boa ou a equipe não tem bons profissionais.

Nunca aceite passar por uma cirurgia no consultório do médico. Essa prática é muito perigosa e ilegal.

Cirurgião Plástico, saiba escolher

Com todas essas dicas de como escolher um cirurgião plástico fica bem mais fácil reconhecer um bom profissional.