Conheça a Mastopexia: a solução para seios flácidos ou caídos

mastopexia-solucao-flacidez

Uns dos principais incômodos relatados pelas mulheres em relação às mamas estão relacionados à flacidez, ou aos seios caídos. O problema costuma se agravar com o passar dos anos, mas muitas vezes acomete também mulheres jovens.

Para resolver o problema, o procedimento mais indicado e efetivo é a chamada Mastopexia, que tem como objetivo a remoção de pele e gordura. Há duas modalidades desse tipo de cirurgia, que pode ser feita com ou sem o implante mamário. Nesse texto vamos ver a diferença entre os métodos e qual é o mais indicado para o seu caso.

A Mastopexia com o implante mamário de silicone é indicada principalmente para mulheres que possuem pouco volume de mama, acompanhada de flacidez. Nesse caso, primeiramente é feita a remoção do excesso de pele, seguida da colocação da prótese. Geralmente requer anestesia peridural acompanhada de sedação.

Já a Mastopexia sem o implante, é mais indicada para mulheres que pretendem levantar as mamas sem, no entanto, promover o aumento de volume. Nesse caso, é necessário que haja uma quantidade maior de tecido mamário. Nesse caso, também é indicada anestesia peridural com sedação.

A realização do procedimento pode ser feita por meio de várias técnicas, que se diferenciam pelo tipo de corte utilizado. Os mais comuns são:

Periareolar: quando não é necessária muita remoção de pele.
Periareolar e vertical: quando a aréola precisar ser levantada e é preciso remover pele.
T-invertido: é mais usada quando é necessário retirar uma quantidade maior de pele.
Há cerca de 10 anos, o cirurgião plástico Dr. Juan Sanchez desenvolveu a técnica do “D” Espelhado. Por meio dessa técnica, é possível realizar o procedimento com cicatriz reduzida e excelentes resultados estéticos.

Em todos os tipos de procedimentos, a recuperação da Mastopexia é normalmente rápida e segura. A paciente é acompanhada mais de perto por três semanas, para a realização dos curativos e o uso de um sutiã especial é recomendado pelo mesmo período.

É recomendável evitar atividades que exijam esforço físico por um período que varia de três a quatro semanas. A paciente pode voltar a trabalhar em aproximadamente 10 dias e a dirigir após duas semanas, ou conforme avaliação do médico.

Os resultados iniciais podem ser observados a partir de um mês, mas eles se efetivarão ao longo de até um ano. Embora a Mastopexia seja um procedimento seguro, há riscos inerentes a qualquer cirurgia.

Em São Paulo e São José dos Campos, a Clínica Dr. Juan Sánchez é uma das mais conceituadas e conta com profissionais altamente especializados e equipamentos de ponta para a realização de inúmeros procedimentos cirúrgicos e estéticos, entre a Mastopexia.

A clínica possui endereços na Avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini, 105, em São Paulo e a na Rua Santa Clara, 1035, em São José dos Campos. Para mais informações: www.drjuan.com.br.