E como funciona o Microagulhamento?

E como funciona o Microagulhamento?

A técnica consiste na produção de furos minúsculos na pele, com a finalidade de estimular os fibroblastos (células responsáveis pela produção de colágeno), para restaurar a pele que foi danificada. As principais indicações são para
tratamento de foto envelhecimento (resurfacing), queimadura, cicatrizes de acne, marcas cirúrgicas, entre outras aplicações.

O procedimento pode ser indicado, também, no tratamento de estrias, melhora da textura da pele (poros
dilatados) e para auxiliar na deposição de substâncias terapêuticas nas camadas mais profundas da pele. Mas qual é a ação efetiva desta técnica? Os princípios básicos são o estímulo da regeneração celular por meio do processo
de cicatrização, a proliferação de células-tronco, estímulo da síntese de elastina, produção de colágeno e proliferação de vasos sanguíneos. Para concluir, o microagulhamento é um sistema de rolamento que contém inúmeras microagulhas que geram centenas de microlesões na pele.

Esta ação desencadeia mediadores químicos que estimulam os fibroblastos a produzirem mais colágeno e elastina, o que restaura a pele danificada. O processo leva à
diminuição de rugas e cicatrizes de acne, resultando em uma pele mais firme.