Flacidez dos seios tem solução definitiva

masto

O avançar dos anos e o efeito da gravidade costumam provocar um incômodo bastante comum para as mulheres, principalmente as que possuem seios mais volumosos. Trata-se da flacidez dos seios, que além das causas já citadas, pode ter ainda muitas outras, como as mudanças de peso, as alterações hormonais e a herança genética.

O resultado é a perda das fibras de sustentação das mamas, além da perda da elasticidade da pele. Com isso, os seios ficam caídos provocando incômodos físicos e estéticos para as mulheres.

O processo pode ser amenizado com algumas medidas, tais como o uso de sutiãs adequados, a prática de exercícios físicos específicos para o fortalecimento dos músculos peitorais e os cuidados com a pele como bons cremes hidratantes.

Quando a flacidez já foi constatada, a única alternativa é a intervenção cirúrgica. A cirurgia para correção do problema é a mastopexia com ou sem implante. O procedimento que realmente pode reverter a flacidez das mamas de forma eficaz.

A mastopexia sem implante de prótese de silicone é indicada para as pacientes que desejam levantar as mamas, mas sem aumentar o volume dos seios, a colocação do implante se faz necessária quando for o desejo da paciente aumentar o volume das mamas ou não tiver tecido mamário suficiente para sustentação da pele.

É considerada cirurgia de alta complexidade, mas que tem evoluído bastante com resultados cada vez mais satisfatórios e cicatrizes cada vez menores.

Em ambos os casos, alguns cuidados básicos pós-cirúrgicos são necessários no período de recuperação. Os principais são usar curativos e sutiãs especiais por cerca de três semanas, evitar atividades físicas mais pesadas por até quatro semanas e utilizar fita e gel de silicone por um período médio de 6 meses. Tais medidas contribuem para um melhor processo de cicatrização.

Por ser uma cirurgia de alta complexidade, a mastopexia só deve ser realizada por médicos cirurgiões plásticos. Em São Paulo e São José dos Campos, a Clínica Dr. Juan Sánchez é uma das mais conceituadas e conta com profissionais altamente especializados e equipamentos de ponta para a realização de inúmeros procedimentos cirúrgicos, entre eles a mamoplastia e a mastopexia. O cirurgião Juan Sánchez inclusive desenvolveu uma técnica própria (“D” Espelhado), publicada em 2008.

No caso de ptose ou queda secundária das mamas após uma mastopexia prévia, o procedimento se torna ainda mais complexo, sendo necessário um cirurgião bastante experiente, conforme poderemos verificar no novo trabalho científico de autoria do Dr Juan Sánchez, que será publicado na edição de Outubro da Revista Brasileira de Cirurgia Plástica.

A clínica possui endereços na Avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini, 105, em São Paulo e a na Rua Santa Clara, 1035, em São José dos Campos. Para mais informações: www.drjuan.com.br.