Lifting Facial ‘o respeito à individualidade’

lifting facial e o respeito

Você já ouviu falar sobre o lifting facial? Saiba que esta é a cirurgia de rejuvenescimento mais procurada pelas mulheres e, também, pelos homens.

Para os cirurgiões plásticos experientes, como é o caso do Dr. Juan Sánchez, vale destacar que apesar das inúmeras técnicas que passaram a ser utilizadas nos últimos anos, um princípio básico não muda: o respeito à individualidade.

Ou seja, o respeito à anatomia facial de cada indivíduo, bem como o respeito ao seu padrão de beleza, anseios e limites, deve prevalecer.

O sucesso da cirurgia é determinado logo na primeira consulta, quando deve haver um diálogo aberto e esclarecedor entre paciente e médico.

A partir das decisões tomadas nesta primeira conversa, o médico elabora o planejamento cirúrgico (algo primordial para o sucesso final do procedimento).

Logo na avaliação, o profissional analisa o conjunto face-pescoço-pálpebras como um todo, para que se obtenha um resultado harmonioso.

Dessa forma, o médico pode sugerir a correção de algo que não incomoda o paciente. Os procedimentos que potencializam o resultado da plástica facial podem ser cirúrgicos e não cirúrgicos.

Geralmente, não são complexos e podem ser realizados durante o lifting. No final, o mais importante é buscar o rejuvenescimento, sem modificar as características da face.

UM POUCO MAIS SOBRE O LIFTING

Qual é a idade ideal para se submeter a um lifting? Não existe uma idade preestabelecida. De um modo geral, o rejuvenescimento facial é mais procurado por pacientes entre 45 e 60 anos.

Após a cicatrização, as incisões tornam-se praticamente invisíveis. As técnicas, por serem cada vez mais modernas, preconizam o reposicionamento das estruturas profundas de sustentação, o que possibilita a obtenção de resultados duradouros e naturais ao trabalhar os “alicerces” da face.

O lifting pode ser apenas facial, quando a flacidez se localiza na face, ou cervical, quando a correção é feita no pescoço. Quando há um maior grau de queda dos tecidos, recomenda-se o lifting cérvico-facial.

FLACIDEZ DE PELE OU BOLSAS DE GORDURA

Flacidez na pele ou bolsas de gordura

Ainda sobre rejuvenescimento facial, nos casos em que há flacidez de pele ou bolsas de gordura nas pálpebras, aconselha-se que o paciente também faça a blefaroplastia, com o objetivo de corrigir o olhar cansado, que acaba denotando um aspecto envelhecido da pele.

A gordura localizada abaixo do queixo, comum em pessoas com mais de 40 anos, também compromete o rejuvenescimento, mas pode ser eliminada com uma lipoaspiração, que aspira a gordura excedente.

Dessa forma, o perfil fica elegante e com as linhas bem definidas. Outro retoque sutil, que pode contribuir para a harmonia do rosto, é a elevação da ponta do nariz.

E a colocação de prótese de silicone no queixo melhora a linha do perfil.

AÇÃO DO TEMPO NA BOCA

Ação do tempo na boca

A ação do tempo também é notada na boca. Rugas se formam ao seu redor, os lábios ficam mais finos e podem ficar caídos nas laterais, entre outros incômodos.

O preenchimento com gordura do próprio paciente (que pode, por exemplo, ser tirada da parte interna dos joelhos), ou com ácido hialurônico pode resolver.

A mesma indicação aplica-se em casos de rugas entre as sobrancelhas. Vale destacar que, após a cirurgia, outros recursos podem ser utilizados, como o laser, para melhorar a qualidade da pele ou para remover manchas, e a toxina botulínica, que ameniza rugas de expressão.

Esta substância tem a capacidade de deixar a pele praticamente sem rugas.