Quais os exames realizados antes da mamoplastia?

Exames antes da cirurgia de mamoplastia

Muitas mulheres sonham em ter um busto mais harmônico, simétrico e um pouco mais avantajado. Para conseguir estes e outros efeitos, as mulheres optam pela cirurgia de mamoplastia.

Este procedimento tem como principal finalidade alterar o volume ou/e o formato das mamas. No que concerne ao volume, ele pode ser aumentado por meio da colocação de próteses de silicone ou diminuído através da retirada de tecido.

Quando o assunto é aumentar o volume e deixar o busto em evidência, é preciso optar pela prótese de silicone, assim como a forma de colocação destas próteses: sulco inframamário, periareolar, transareolopapilar, entre outras localizações.

Quando se fala em mamoplastia redutora, é feita referência à diminuição do peso e do volume mamário. Embora não seja um procedimento tão frequente quanto o que assegura o aumento das mamas, normalmente ele é feito quando a mulher sente dores nas costas por conta do peso das mamas.

Indicações da mamoplastia

A mamoplastia é indicada quando a mulher não se sente confortável nem satisfeita com o tamanho, volume e peso do seu busto.

Além de ser uma cirurgia de cunho estético para pessoas que não estão contentes com as mamas, ela também oferece benefícios psicológicos para as mulheres que tiveram de tirar uma ou as duas mamas por conta do câncer.

A realização da mamoplastia permite que essas mulheres superam de maneira mais leve a doença. Esta cirurgia mamária também é indicada para pessoas que possuem flacidez excessiva nas mamas por conta da hereditariedade, gravidez, amamentação e efeito sanfona.

Qual a preparação para a cirurgia?

A mamoplastia é uma cirurgia como qualquer outra, por este motivo diversos exames são solicitados na etapa prévia à operação.

O primeiro ponto a ser citado, antes mesmo de falar sobre os exames médicos e laboratoriais, é a necessidade de manter uma conversa franca com o médico, explicando quais são as expectativas.

Além disso, durante a conversa o médico indicará riscos, cuidados pós-cirúrgicos, entre outros detalhes.

A partir deste momento, o médico solicitará uma série de exames de praxe tais como exame de sangue (hemograma completo, glicose, creatinina, coagulograma e ureia), eletrocardiograma mostrando a situação da mama.

Após a realização de todos estes exames, é hora de voltar ao médico e apresentá-los para avaliação. Se o médico compreender que tudo está dentro da normalidade, o sonho de realizar a cirurgia de aumento da mama estará próximo.